Vai pro trono ou não vai? Caiado ultrapassa Ary Valadão e Alcides Rodrigues e já é o pior governador da história de Goiás

Autoritarismo, nepotismo, deslumbramento, arrogância, desarticulação política, perseguição aos servidores públicos, calote nos salários, caos administrativo, amadorismo, incompetência – estas são as palavras chaves da narrativa do 1 ano e quatro meses do governo desastroso de Ronaldo Caiado (DEM).

Goiás nunca teve um governo tão fraco e incompetente como este. Nem com Ary Valadão ou Alcides Rodrigues, que fizeram gestões muito criticadas e são apontados com governadores medíocres, o estado chegou ao fundo do poço como agora, com Caiado.

Ele não tem agenda de governo e demonstra com sua improvisação que sua gestão não tem foco, o que fica ainda mais acentuado com a legião estrangeira que se aboletou no primeiro escalão, que está mais perdida do que cachorro em dia de mudança.

O primeiro ano do governo foi perdido e o segundo também com a crise do coronavírus, como reconhecem jornalistas, simpatizantes e até mesmo apoiadores políticos do caiadismo.

Do jeito que a coisa vai indo, Ary e Alcides podem respirar aliviados: o trono de pior governador da história de Goiás já está reservado para Caiado.