Jornalista Cristiano Silva: “Caiado e seus seguranças não me calarão e vão pagar pelo que fizeram”

Ainda se recuperando da covarde agressão que sofreu de três seguranças do governador Ronaldo Caiado, o jornalista goiano Cristiano Silva relatou nas redes sociais que foi a Brasília na secta-feira (3) e denunciou o fato pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro.

“Fui vítima de um espancamento brutal porque querem calar a minha voz, mas não vão conseguir e pagarão na Justiça pelo que fizeram”, disse o jornalista a Bolsonaro, citando nominalmente o governador de Goiás.

Cristiano Silva, que já publicou dez livros, é editor do site Goiás24Horas, que possui 1,5 milhão de acessos mensais. O vídeo que postou sobre o atentado de que foi vítima alcançou mais de 1,1 milhão de views e viralizaou nas redes sociais.

“Com Caiado no governo, Goiás vive tempos sombrios de arrogância, truculência e coronelismo”, escreveu o jornalista no suas contas do Instagram e Facebook.