Obras de contenção de erosão no Jardim Mont Serrat são finalizadas em Aparecida

O prefeito Gustavo Mendanha e o vice-prefeito de Aparecida, Veter Martins, entregaram oficialmente à população na quinta-feira (7) as obras de contenção de uma grande erosão na Avenida Euclides da Cunha, no Jardim Mont Serrat. A erosão, que era um problema antigo e representava riscos para moradores da região ameaçando, inclusive, em direção a algumas casas foi contida com a utilização de milhares de caminhões de terra. A Prefeitura de Aparecida também reconstruiu toda rede de captação de água das chuvas e recapeou as ruas do bairro.

Com as obras finalizadas, moradores do bairro e quem trafega pela região terão mais segurança, sobretudo, no período chuvoso. Agora, com o aterramento da voçoroca e construção de toda rede de galerias pluviais os antigos alagamentos não serão mais motivo de preocupação.

Rede de galerias pluvias foram reconstruídas no Jardim Mont Serrar (Foto: Enio Medeiros)

“Hoje, estamos entregando mais uma obra importante para população, principalmente, para quem mora no Jardim Mont Serrat e região. Além de aterrarmos a erosão também temos, agora, toda estrutura de galerias para captar as águas das chuvas. Tudo foi feito com muito esmero para cuidarmos de uma nascente e também dos moradores”, destacou o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha.

Para conter a erosão, foram utilizados 1,2 mil caminhões de terra. Após o aterramento, a Prefeitura de Aparecida reconstruiu 2,7 mil metros de galerias pluviais em todo bairro. Na terceira e última etapa das obras, foram recapeadas todas as vias que foram abertas para implantação das galerias. Ao todo, foram investidos R$ 4 milhões de reais oriundos do Governo Federal com contrapartida da prefeitura.

Erosão, que preocupava moradores, destruiu parte da Avenida Euclides da Cunha (Foto: Arquivo/Enio Medeiros)

Morador do Jardim Mont Serrat há mais de 30 anos, a aposentada Maria Felipa Domingues lembra que a erosão avançou rapidamente em direção às casas o que preocupava os moradores. “O asfalto foi enchendo de água, foi enchendo e virou uma grande erosão; foi preciso até trocar o poste de energia de lugar. Certa vez minha cachorra caiu dentro do buraco, foi preciso chamar o Corpo de Bombeiros para retirar ela lá de dentro. Agora, ficou muito bem arrumado com tubulação e tela que foram colocados”, destaca a moradora aliviada.