Xingamentos em massa nas lives já indicavam queda de popularidade de Caiado nas redes sociais

O volume de xingamentos nas lives na linha de “talk show”que o governador Ronaldo Caiado vinha promovendo nas redes soxiais já apontavam a queda da sua popularidade, que despencou de 62% para 32% em dois meses da pandemia.

Os adjetivos pejorativos que frequentam com intensidade os perfis de Caiado são “chato de galocha”, “traíra”, “zé cabeleira”, “boi do c* branco”, “vaqueiro da Odebrecht”, entre outros.

A equipe de mídias sociais de Caiado errou ao expor em excesso o governador, que é teatral,  não tem cacoete algum de influencer digital e faz uma comunicação personalista e demodé.