Deputado Rafael Gouveia critica matéria do jornal O Popular

O deputado Rafael Gouveia (Progressistas) manifestou sua contrariedade com matéria do jornal O Popular que disse que ele mantém pedido de reabertura de comércio e igrejas após a morte de sua avó por covid-19..

“Não podem desvirtuar o que digo, a minha opinião é sim a mesma, não são as reaberturas que são primordiais para essas mortes. Minha avó sofria de alzheimer e nem saía de casa, ela foi contaminada com o coronavírus pelos cuidadores dela. Essa matéria tenta fazer a gente mudar de posição, mas não vai conseguir, não podemos paralisar a situação econômica desse país. Para a imprensa é fácil porque eles continuam a receber seu salário”, afirmou.

Ele pediu que o jornal O Popular “tenha mais responsabilidade” com as matérias veiculadas e garantiu que as igrejas que ele frequenta continuam funcionando de forma responsável, sem nenhum caso de covid-19 registrado. “E faço também um elogio à TV Anhanguera, que fez uma matéria, mas trazendo a verdade e mostrando o jeito que ela foi contaminada. Por isso peço aqui o respeito à minha família e à minha opinião sobre o assunto, tem muita gente curada de síndrome do pânico nessa crise porque está indo à igreja, essa é a verdade”, finalizou.