Caiado critica declaração de Lula, mas se cala sobre as asneiras de Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu desculpas, nesta quarta-feira (20), pela declaração sobre o impacto positivo do novo coronavírus no enfraquecimento de teses defendidas por adeptos do liberalismo econômico. Mesmo após a retratação, o governador deGoiás, Ronaldo Caiado (DEM), usou as redes sociais para criticar o petista.

Caiado classificou a fala de Lula como “insensível” e sublinhou que a posição do ex-presidente, com a afirmação, é política. O governador foi um dos mais contundentes opositores aos governos de Lula e Dilma. “A fala de Lula agradecendo o surgimento do coronavírus é de uma insensibilidade sem tamanho. Não adianta pedir desculpas. Sua posição é política. Sempre foi. Até quando envolve vidas. E o sofrimento das vítimas e seus familiares não admite política, muito menos politicagem”, relatou.

O deputado federal Rubens Otoni (PT),rebateu a crítica de Ronaldo Caiado. O parlamentar destacou que não é correto tirar proveito de uma declaração, mesmo após Lula ter reconhecido o erro. “Reconhecer o erro e pedir desculpas é uma virtude e Lula se expressou assim. Querer insistir e tirar proveito da declaração é má fé e não coaduna com a postura de um governante, como Caiado tenta fazer”, destacou Otoni.