AD

Efeito Caiado: faturamento deve cair até 98% em 35% das empresas goianas, aponta pesquisa do Grupom

Os reflexos negativos da pandemia de covid-19 foram mapeados em estudo realizado pelo Instituto de Pesquisas Grupom, em parceria com a Acieg, Facieg, CDL Goiânia, Fieg Anápolis, Acij e Associação Comercial e Industrial do Centro.
O estudo aponta que para 35,3% dos entrevistados, suas empresas devem registrar queda de faturamento entre 80% e 98%, em decorrência das ações de combate ao novo coronavírus, impostas pelos governos federal, estadual e municipal.
O levantamento foi feito em 122 cidades goianas, entre abril e maio, com 1.830 empresários com idade entre 22 e 70 anos.
Esta primeira parte da pesquisa revela os impactos das decisões governamentais, o estado emocional em relação ao coronavírus, opinião sobre o isolamento social.
A segunda etapa da pesquisa vai levar em consideração o comportamento do empresariado goiano entre abril e início de maio, e focará nas dificuldades das empresas de se adaptarem à nova realidade. Uso de delivery, comércio eletrônico, teletrabalho estão entre os tópicos abordados pela segunda parte do estudo.