Um dia antes de protesto pela reabertura, epidemiologista diz que não é hora de abrir bares e lojas

Um dia antes da realização de carreata de entidades ligadas aos bares, restaurantes e ao comércio, a epidemiologista Cristiana Toscano, da Universidade Federal de Goiás (UFG), afirmou em entrevista à Sagres 730 nesta quarta-feira (27) que não é hora de flexibilizar o funcionamento de lojas e de prestadores de serviços.

“Agora é o momento mais crítico”, disse, completando que qualquer pessoa com responsabilidade e conhecimento sabe disso. Sindicatos que representam trabalhadores e empresários se prometem uma carreata nesta quinta quinta-feira (28) pela reabertura das atividades econômicas. A concentração será na rampa principal do Estádio Serra Dourada, no Jardim Goiás, a partir das 9h.

Os sindicalistas e apoiadores do movimento vão sair em carreata pela cidade pedindo a reabertura dos estabelecimentos. Segundo os organizadores, cerca de 20 entidades, que juntas representam mais de 100 mil trabalhadores goianienses, já confirmaram presença.