Chega de gabinete do ódio, pede cineasta Petra Costa

A cineasta Petra Costa, do documentário sobre o golpe de 2016 ‘Democracia em Vertigem’, indicado ao Oscar 2020, bateu duro no chmado “gabinete do ódio”, que tem como objetivo disseminar fake news para favorecer Jair Bolsonaro.

“Fake news não é opinião. Mentira não é opinião. Difamação não é opinião. Ameaça não é opinião. Discurso de ódio não é opinião. Incitação à violência não é opinião. Também não é liberdade de expressão. Chega de distorcer tudo. Chega de mentir. Chega de gabinete do ódio. Chega”, escreveu a cineasta no Twitter.