Anápolis: vereador é acusado de assédio sexual dentro do gabinete na Câmara, diz site

O vereador Domingos Paula (PV) foi denunciado por tentativa de estupro e importunação sexual supostamente consumada dentro de seu gabinete auxiliar, próximo à Câmara Municipal de Anápolis (GO).

A vítima, uma mulher de 21 anos, contou à polícia ter saído para comprar um milheiro de tijolos com o político nessa quinta-feira (24/06). Depois, de volta ao gabinete, o parlamentar tentou abraçar e beijar a moça, abaixou a calça e expôs a genitália, segundo o relato da vítima. A informação é do site GmaisBrasil.

Segundo o site, a moça teria pedido a Dominguinhos do Cedro, como também é conhecido o vereador, para comprar 2 mil tijolos a fim de ela construir um barraco. Por áudio, o parlamentar respondeu que era complicado dar aquele tipo de ajuda, especialmente por se tratar de um ano eleitoral. Porém, se comprometeu a conversar pessoalmente.

Em 23 de junho, Dominguinhos teria mandado uma mensagem, pedindo que Viviane fosse ao seu gabinete logo nas primeiras horas da manhã seguinte, pois ele lhe doaria mil tijolos. Às 7h55 desta quinta-feira (24/06), ela avisou que já estava no local. Às 8h18, o vereador respondeu estar chegando.

“Nós fomos à loja e compramos os tijolos. Na volta, ele tentou pegar na minha mão, mas eu puxei. Quando chegamos ao gabinete, ele tentou me agarrar e me beijar. Depois colocou a genitália para fora, eu saí correndo e só conseguia chorar”, conta a mulher.

Desesperada, ela procurou uma amiga, que a orientou a procurar a Polícia Civil do município e denunciar Domingos. As duas foram juntas e registraram o boletim de ocorrência. “Eu não sei qual o sentimento. Fiquei em pânico, não quero sair na rua, chorei muito, pois a imagem dele com a genitália de fora me vem à cabeça o tempo todo”, afirma.

O outro lado – Domingos de Paula deu entrevista à diversas emissoras de rádio em Anápolis, onde confirmou ter ajudado a jovem a comprar os tijolos, mas nega ter quisto contato sexual com ela.

Dominguinhos disse também que iria procurar a Polícia Civil para negar o crime e desafiou a jovem a apresentar provas do que disse. A vítima disse ter o áudio das conversas e que deve apontar testemunhas, como uma secretária do gabinete que a viu saindo transtornada do local.

A defesa do vereador informou que ainda não teve conhecimento oficial e nem acesso ao depoimento da suposta vítima. A defesa criminal será feita pelo advogado Leopoldo Garcia. Os advogados devem se reunir com Dominguinhos ainda nesta sexta (26).

Nota oficial da Câmara Municipal

O presidente da Câmara Municipal, Leandro Ribeiro, divulgou nota, onde afirma que o caso será encaminhado à Comissão de Ética do Legislativo tão logo receba os comunicados oficiais.

Veja a íntegra da Nota:

A Câmara Municipal de Anápolis informa que tomou conhecimento por meio dos veículos de imprensa e das redes sociais, de acusações registradas na Polícia Civil direcionadas ao vereador Domingos Paula (PV). Assim que o comunicado ocorrer oficialmente, será encaminhado à Comissão de Ética do Legislativo para o devido esclarecimento e para os encaminhamentos que se fizeram necessários. Consideramos a seriedade do conteúdo da referida denúncia e, ao mesmo tempo, ressaltamos a necessidade da devida apuração dos fatos para que, a partir daí, sejam tomadas as providências que o assunto requer.

Leandro Ribeiro da Silva

Presidente da Câmara Municipal de Anápolis

Anápolis (GO), 26 de junho de 2020