Coluna do Léo Dias: alegando suspensão de shows por causa da pandemia, cantor Marrone pede redução e para de pagar pensão das filhas

A crise financeira causada pela pandemia do novo coronavírus está assolando impiedosamente todas as classes sociais. Sem poder fazer shows devido ao isolamento social, o cantor Marrone, da dupla sertaneja com Bruno, entrou na Justiça com pedido para reduzir a pensão alimentícia de suas filhas Mayara, de 16 anos, e Mel, de 9 anos.A i fnormação é da coluna do Leo Dias, do site Metrópoles.

“Eu nunca vou desemparar minhas filhas, e as mães delas sabem disso, acho digno ser honesto e pedir revisão do que dever”, disse Marrone

Enquanto a Justiça não toma uma decisão, o artista suspendeu o pagamento dos valores às mães de suas filhas.

A assessoria de Marrone enviou uma nota para a coluna do Léo Dias. Leia a íntegra do comunicado:

“O cantor Marrone, sempre cumpriu integralmente com seus compromissos junto às suas filhas, não só por ser íntegro, mas principalmente por amor. Em virtude do atual momento, onde sua renda caiu vertiginosamente, se viu obrigado a rever os valores de pensão. E, por orientação de seu departamento jurídico, suspendeu o pagamento, até que há um parecer do juiz”.