AD

Prefeito de Aparecida decreta luto oficial pelas vítimas do coronavírus

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, decretou nesta segunda-feira (20) luto oficial de três dias na cidade em sinal de pesar pelas pessoas que perderam a vida em decorrência da Covid-19. Conforme boletim epidemiológico atualizado às 17 horas, deste domingo, 19, 105 pessoas perderam a vida em Aparecida após contrair o vírus que tem feito vítimas em todo o mundo. De acordo com o decreto municipal, o cenário atual traz intenso sofrimento às famílias das vítimas do novo Coronavírus, apesar dos esforços do poder público para preservar vidas.

“Estamos todos consternados e tristes com essas perdas. Sentimos muito pesar por esses falecimentos. Por isso, decretamos esse luto oficial na cidade, em memórias às vítimas e seus familiares neste momento de perda”, sublinhou o prefeito Gustavo Mendanha, que conclama ainda para que sacerdotes de todas as denominações religiosas, juntamente com as respectivas comunidades, se coloquem em oração pelas vítimas, pelos familiares e pelos enfermos.

Aparecida levou quatro meses para atingir a triste marca de 100 mortes pela Covid-19, sendo o primeiro falecimento confirmado no dia 12 de abril e o 100° registrado no dia 17 de julho. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-Go), há 40.765 casos confirmados em Goiás e 1.092 óbitos. No cenário nacional, já são 2.099.896 de infectados e 79.533 pessoas perderam a vida vítimas da doença.

Ações municipais – Desde o início da pandemia, em março deste ano, a Prefeitura de Aparecida tem investido na Saúde Municipal visando combater e enfrentar o novo Coronavírus. Assim que surgiram os primeiros casos, foi decretado estado de Emergência em Saúde e criado o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, que tem tomado medidas equilibradas com base na ciência para preservar vidas e minimizar os impactos provocados pela crise sanitária nas atividades sócio-econômicas.

Medida importante tomada pela gestão foi a ampliação e criação de novos leitos de UTI e semi-UTI para tratamento exclusivo da Covid-19 totalizando 240 leitos até o fim deste mês, sendo 130 só de UTI. Além disso, a testagem em massa auxilia no monitoramento da doença. Até este domingo haviam sido realizados 39.315 testes RT-PCR, considerado padrão ouro para o diagnóstico da Covid-19. Outra ação da SMS é a realização de exames laboratoriais e o empréstimo de oxímetros para monitorar os pacientes positivos.