Conheça o magnata indiano que já está produzindo a vacina de coronavírus

Brasil247 O bilionário indiano Adar Poonawalla, de 39 anos, é o chefe-executivo da empresa Serum Institute of India, que comanda a corrida pela produção de doses para o tratamento de pacientes diagnosticados com o coronavírus. Está na fase 3 de desenvolvimento, a última antes da aprovação para que vendida, porém o laboratório começou a fabricar o medicamento antes do fim dos testes.

A família Poonawalla têm uma fortuna de cerca de 5 bilhões de dólares e estimativa é que estejam gastando cerca de 450 milhões para produzir a imunização de Oxford. As informações foram publicadas pelo site Metrópoles.

Diferentemente da maioria das indústrias farmacêuticas, o Serum Institute of India tem como objetivo produzir cerca de 500 doses por minuto e já vem realizando fazendo milhares de vacinas como teste. A ideia é que, quando (e se) a vacina de Oxford for aprovada, a empresa já tenha cerca de 300 milhões de doses no seu estoque.Em maio, o instituto recebeu uma ampola de um milímetro com material celular para produção da vacina. O conteúdo foi colocado em uma cultura de vitaminas e açúcar para se reproduzir em bilhões de células que vão virar doses e imunização.

O plano do indiano Poonawalla é entregar metade da produção para pacientes de países pobres, ação que já faz normalmente com outras imunizações produzidas pelo laboratório. De acordo com o jornal americano The New York Times, metade das crianças do mundo foi vacinada com um dos produtos do Serum Institute, criado em 1967 por Cyrus Poonawalla, pai de Adar.

O empresário era criador de cavalos e viu uma boa oportunidade de negócio porque emprestava constantemente seus animais para a criação de vacinas.

O Serum Institute conseguiu contratos com a Unicef e Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para entregar vacinas de baixo custo a países pobres e foi crescendo ainda mais.