Mordomia: família Bolsonaro tem 43 cozinheiros, chefes de cozinha e garçons no Palácio da Alvorada

O Palácio da Alvorada possui 43 servidores que exercem funções de cozinheiro, chefes de cozinha e garçons. Segundo o colunista Guilherme Amado, da  revista Época, os gastos com esses servidores saltou de R$ 37.791,50 em janeiro para R$ 61.491,74 em junho, um crescimento de 162%.

O quantitativo não inclui limpeza, que tem um contrato próprio, que custa R$ 811 mil por mês, para limpar os imóveis da Presidência — o Alvorada inclusive.