Durante a campanha, sessões ordinárias híbridas da Alego serão realizadas às terças e quartas

As sessões ordinárias híbridas da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) regimentalmente realizadas de terça a quinta-feira, acontecerão durante o período das eleições municipais 2020 somente duas vezes por semana, às terças e quartas. A informação foi confirmada pelo presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira (PSB). No entanto, de acordo com o parlamentar, a medida não deve afetar a alta produtividade e o quórum positivo que vêm sendo registrados desde a implantação do sistema de deliberação remoto. Segundo ele, a expectativa é de que os trabalhos legislativos continuem apresentando “resultados satisfatórios”.

“Logo no início da pandemia nós tivemos que nos reinventar e implantamos o sistema de votação remota, que foi muito bem aceito por todos os deputados. Recentemente, passamos a realizar as sessões de forma híbrida que também vem dando muito certo. Agora, no período eleitoral, nós decidimos realizar as sessões somente as terças e quartas-feiras, uma vez que temos parlamentares que são candidatos durante esse pleito. No entanto, tenho certeza que isso não prejudicará de forma alguma a alta produtividade e os resultados satisfatórios que vêm sendo apresentados ao longo desses meses, uma vez que os parlamentares poderão deliberar as matérias de onde estiverem”, afirmou o presidente Lissauer.

Alta produtividade

Adotado pelo Poder Legislativo em março deste ano, a sistema de deliberação remoto foi viabilizado através de parceria com o Senado Federal e disponibilizado para o Parlamento goiano sem nenhum custo aos cofres públicos. Desde a sua implantação, a Casa vem registrando altos índices de produtividade nos trabalhos parlamentares.

Até o momento, aproximadamente 1562 proposições foram apreciadas de forma virtual e a tendência é de que, mesmo durante o período eleitoral, a Casa continue registrando alta em suas atividades, além do quórum positivo, que também vem sendo observado em todas as sessões desde então.