Maguito amplia vantagem para Vanderlan e lidera pesquisa Diagnóstico/Sagres com 30,1%

O candidato do MDB à prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela, lidera a segunda rodada da pesquisa Diagnóstico/Sagres com 30,1% das intenções de voto. O levantamento procurou identificar o cenário político faltando menos de três semanas para a realização do 1º turno das eleições. Vanderlan Cardoso (PSD) aparece em segundo lugar com 24,8%. Maguito tem maior preferência entre eleitores de nível fundamental de escolaridade e Vanderlan entre pessoas que tem nível médio.

Maguito tem índices mais elevados entre eleitores com mais de 60 anos de idade e Vanderlan Cardoso entre pessoas com idade entre 35 e 44 anos. Em comparação com rodada anterior divulgada no dia 19, o emedebista conseguiu abrir vantagem para o pessedista. O ex-prefeito de Aparecida tinha 27,5% e o senador 25,6%. O cenário era de empate técnico entre os dois candidatos, com Maguito aparecendo na primeira colocação.

A diferença entre os dois era de 1,9 pontos percentuais e hoje subiu para 5,3. Segundo a pesquisa, Maguito e Vanderlan oscilaram dentro da margem de erro que é de 3,9 pontos percentuais para mais ou para menos. O primeiro oscilou de forma positiva: 2,6 pontos e o segundo negativamente na ordem de 0,8. Limite da margem de erro Levando em consideração os limites da margem de erro da pesquisa, ou seja, aumentando ou diminuindo 3,9 pontos percentuais, Maguito pode oscilar entre 26,2% e 34%. Já Vanderlan pode apresentar variação entre 20,9% e 28,7%.

A candidata do PT, Delegada Adriana Accorsi é a terceira colocada na pesquisa. Ela aparece com 10,2% das intenções de voto. Na rodada anterior, Adriana figurava com 13,9%. A petista oscilou 3,7 pontos percentuais negativamente de um levantamento para o outro. Considerando o limite da margem de erro, a prefeitável pode apresentar variação entre 14,1 e 6,3 pontos percentuais. Adriana tem maior percentual entre eleitores com nível superior de escolaridade. A petista tem maior preferência entre pessoas com idade entre 35 e 44 anos.

Para a realização da pesquisa foram ouvidos 625 eleitores de Goiânia, com idade igual ou superior a 16 anos. O intervalo de confiança é de 95%, com margem de erro de 3,9% pontos percentuais para mais ou para menos. As entrevistas foram realizadas entre os dias 22 e 23 de outubro de 2020. O levantamento foi registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com número de protocolo: GO-07328/2020 no dia 20 de outubro.