MDB obtém liminar que suspende pesquisa Grupom encomendada por Vanderlan Cardoso

A primeira rodada da pesquisa de intenção de voto do Grupom Consultoria que estava agendada para ser divulgada nesta segunda-feira (23/11) não deverá ocorrer. Isso porque uma liminar obtida pelo MDB suspendeu o levantamento, haja vista, que o mesmo foi encomendado pelo candidato do PSD e concorrente de Maguito Vilela, Vanderlan Cardoso. Caso a pesquisa seja divulgada, o juiz Reinaldo Alves Ferreira, da 134ª Zona Eleitoral estipulou multa de R$ 5 mil de multa diária.

A assessoria jurídica do MDB entende que a pesquisa pode apresentar “sérios vícios que maculam tanto a lisura do registro quanto a confiabilidade do resultado final que será divulgado”. Também pondera e questiona a metodologia aplicada no processo de realização do levantamento, já que o candidato que encomendou a pesquisa terá em suas mãos dados de todos os entrevistados pelo Instituto ao longo da pesquisa.