Médicos aumentam sedação de Maguito após piora no quadro de saúde

O boletim médico divulgado na noite desta sexta-feira pelo hospital Albert Einstein, de São Paulo, diz que a equipe médica que cuida do prefeito eleito Maguito Vilela (MDB) teve que aumentar o grau de sedação do paciente em função de uma “instabilidade hemodinâmica”. Na manhã desta sexta, o Mais Goiás informou que Maguito apresentou sangramento nos pulmões e teve que ser operado.

Veja o boletim:

São Paulo, 11 de dezembro de 2020 – O senhor Luís Alberto Maguito Vilela encontra-se internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 27 de outubro para tratamento da Covid-19. Na madrugada de 11/12, foi submetido a uma videotoracoscopia para controle de hemorragia pulmonar. O procedimento foi bem sucedido. Apresentou instabilidade hemodinâmica com controle no momento. Segue traqueostomizado, porém com necessidade de sedação mais profunda para possibilitar a adequada ventilação.