Goiás: governo entrega 1 milhão de seringas aos municípios nesta segunda

A Secretaria Estadual de Saúde entrega, na próxima segunda-feira (17), pouco mais de 1 milhão de kits com seringa e agulha para aplicação da vacina contra covid-19 em Goiás (quando houver vacina). A pasta diz que todos os 246 municípios receberão uma parte do carregamento. A maioria dos kits, de acordo com a secretaria, já chegou às 18 regionais de saúde.

O secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, afirma que há kits suficientes para vacinar metade da população do Estado. “Existem cerca de 7 milhões de habitantes em Goiás. O Estado tem 3,8 milhões de kits. Estima-se que há de 1,5 a 1,8 milhão de pessoas nos grupos de risco aqui. Ou seja: temos insumos suficientes para proteger a população goiana”.

De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, Goiás receberá 7% do total de vacinas adquiridas nacionalmente pelo Ministério da Saúde, de forma a manter a proporcionalidade demográfica na comparação com os outros Estados.

Alexandrino diz que essa remessa de kits já será usada na primeira fase da imunização contra a Covid-19 e que outras distribuições serão realizadas no decorrer da campanha. “Goiás se antecipou e já tem seringas e agulhas suficientes para a vacinação. Não precisamos esperar chegar esses materiais, eles já chegaram e vão estar em todos os municípios antes que as doses da vacina, que serão encaminhadas pelo Ministério da Saúde, estejam no Estado”.

Na sexta, receberam seringas as regionais localizadas em Campos Belos, Catalão, Itumbiara, Porangatu, Uruaçu, Ceres, Goianésia, Rio Verde e Jataí. As regionais Central e Centro -Sul também receberam os insumos. Neste fim de semana, chegaram também a Anápolis, Luziânia, Formosa, Posse, Cidade de Goiás, São Luís de Montes Belos e Iporá. Já os municípios de Goiânia e Aparecida, os maiores do Estado, receberão diretamente os insumos na segunda.

Inicialmente, a expectativa é a de que idosos e profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19 tenham prioridade na vacinação. O grupo prioritário abrange aproximadamente 1,8 milhão de goianos.