Depois de anos, Iris se vinga e afasta grupo de Wagner Guimarães, que defendia boa relação do PMDB com Marconi

paulohenriqueguimaraes
Paulo Henrique: vítima da vingança de Iris

Enquanto esteve na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Wagner Guimarães se diferenciava dos colegas de PMDB pela educação e pelo relacionamento republicano que procurava manter com o grupo político adversário, capitaneado pelo governador Marconi Perillo (PSDB).

O ex-prefeito Iris Rezende, que prefere a agressão e a baixaria contra seus opositores, nunca engoliu o “republicanismo” de Wagner, e agora se vinga do ex-deputado afastando o seu grupo das decisões no PMDB. Como o velho parlamentar já se aposentou da vida política e agora dedica-se apenas à sua fazenda, o boi de piranha escolhido para ocasião foi o filho de Wagner, vereador Paulo Henrique Guimarães.

Na avaliação de Iris e da sua esposa, deputada dona Iris, Wagner errou ao sacrificar o projeto estadual de poder em nome de uma aliança paroquial com o PSDB de Rio Verde nas eleições municipais de 2008. Na época, o PSDB local era comandado pelo ex-deputado Padre Ferreira, de quem Wagner era amigo e aliado político.

O jovem Paulo Henrique aprendeu agora que com Iris é assim: aqui se faz, aqui se paga.