E agora Samuel Belchior e Daniel Vilela? pergunta Túlio Isac, que promete não dar trégua aos envolvidos na Operação Miquéias

O deputado Túlio Isac (PSDB) subiu com alma lavada na tribuna da Assembleia Legislativa na tarde desta terça-feira.

Com firmeza, o tucano cobrou explicações dos deputados peemedebistas Samuel Belchior e Daniel Vilela, cujos nomes apareceram na Operação Miquéias, deflagrada pela Polícia Federal para desbaratar quadrilha que fraudava fundos previdenciários municipais.

Túlio começou seu pronunciamento citando os grandes olhos verdes da ex-modelo Luciane Hoepers, a bela aliciadora da quadrilha do doleiro Fayed Antoine Traboulsi, que foi fotografada pela PF almoçando os deputados estaduais Samuel Belchior, Daniel Vilela e deputado federal Leandro Vilela.

O tucano disse que recebeu de colegas da Assembleia apelos para “pegar leve” ao abordar o esquema de corrupção, mas resolveu não abandonar sua costumeira ênfase em solidariedade ao governador Marconi Perillo, que jamais foi poupado por oposicionistas como Samuel Belchior e Daniel Vilela.

De posse de um calhamaço de recortes de jornais e cópias de trechos do inquérito instaurado pela PF, Túlio Isac engrossou a voz, subiu o tom e calou a bancada oposicionista, constrangida com as denúncias da Operação Miquéias.

Foi um momento histórico da Assembleia Legislativa.