Rainha da empáfia e arrogância, dona Iris faz trabalho sem brilho no Congresso e não consegue deixar baixo clero, segundo Diap

A divulgação da lista dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional caiu como uma bomba para a deputada Iris Araújo.

Apesar de estar no sétimo ano de mandato em Brasília ela não conseguiu se destacar na Câmara Federal e continua no chamado baixo clero, que é o grupo formado pela grande maioria dos deputados que não tem relevância ou importância alguma.

Pois dona Iris está no baixo clero.

O que é inconcebível para uma parlamentar já experiente e integrante de uma família com nome e prestígio político.

O Diap é uma entidade ligada aos trabalhadores de grande renome que faz uma avaliação anual da atuação dos deputados e serve de referência para se saber quem está ou não se destacando.