Gomide critica o governo em entrevista ao Popular, mas não diz o que faria de diferente. Aí, fica devendo para a sociedade

O Popular publica nesta edição a segunda entrevista da série com prováveis candidatos ao Governo do Estado em 2014. O entrevistado é o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT). Mesmo pregando a união dos partidos da base da presidente Dilma Rousseff no Estado, Gomide não esconde a intenção de ser candidato ao governo no ano que vem. Ele faz críticas à gestão de Marconi Perillo (PSDB) e diz que “falta credibilidade do governo junto ao povo”.

Em um dos trechos da entrevista, Gomide ataca gestão do atual governador Marconi Perillo: “O que vemos hoje é uma insatisfação muito grande da população goiana em relação ao governo, não é em relação à oposição. A população está muito ciente da falta de governabilidade dos últimos três anos e do esforço para tentar recuperar a imagem neste momento final, somada à desagregação da equipe. A falta de credibilidade do governo junto ao povo é muito grande.”

Outro destaque da entrevista é o ponto em que responde sobre o que ele acha da declaração do presidente da Agetop, Jayme Rincón, que disse recentemente que grande parte da sua boa avaliação vem dos investimentos do governo estadual?

“Sim, eles investem em Anápolis porque colhem bons frutos. O governo não iria salgar carne podre. E nós agradecemos. Mas isto também mostra que ele (Jayme) não conhece bem Anápolis. O discurso não pode substituir as competências. As negociações da Celg, por exemplo, não podem amedrontar os investidores. A falta de segurança pública é hoje sentida por todos. A questão é que o município faz a sua parte e o Estado precisa fazer a dele.

Gomide criticou, mas falhou num aspecto: não disse como faria diferente do atual governo.