PSB de São Paulo faz o que Vanderlan deveria ter feito: peita Marina e ignora veto

Marina Silva vetou e humilhou Ronaldo Caiado.

Vanderlan Cardoso ficou calado e, assim, avalizou o que a nova integrante do PSB fez.

Agora, o PSB de São Paulo reagiu ao veto de Marina ao apoio do partido ao governador Geraldo Alckmin e confirmou a participação na aliança do tucano, mesmo contra a vontade da ex-ministra.

Se tivesse peito e considerasse Caiado mesmo, Vanderlan deveria ter seguido o mesmo caminho, mas preferiu se omitir, mostrando fraqueza e coragem.

Sua covardia acabou custando caro para seu projeto político, que ficou manco sem o ruralista enxotado por Marina.