Marajás da Assembleia: deputados recorrem à velha desculpa de sempre e dizem que não sabiam

Virou piada: toda vez que explode um escândalo na Assembleia Legislativa – e eles são freqüentes –, a maioria dos deputados trata logo de garantir que não sabia de nada, que não votou nada, que não viu nada e etc…

Agora, na maracutaia dos supersalários criados em segredo pelo Legislativo, a história se repete: os deputados juram que não tomaram conhecimento de nada e jogam a bomba no colo do presidente Helder Valin, que, aliás, se encontra em viagem ao Estados Unidos e até agora não se defendeu.

Parodiando a presidenta Dilma Rousseff: a Assembleia faz o diabo e ninguém é responsável. Basta ver o escândalo da verba indenizatória, que beneficia cada um dos 41 deputados com R$ 21 mil por mês e é paga mediante prestações de contas fajutas dos próprios parlamentares, que nunca foram mostradas à sociedade.

Sobre a verba indenizatória, os 41 deputados sabem, viram e conhecem tudo. Mas não dão um pio.