Valin nomeia ex-deputada e filho como funcionários fantasmas da Assembleia

Nepotismo e fantasmagoria: o presidente Helder Valin, nomeou a ex-deputada Rachel Azeredo e o filho dela, Andrey Sales Campos Araújo, como funcionários fantasmas da Assembleia Legislativa.

Nem Rachel nem Andrey jamais foram vistos na Assembleia trabalhando em alguma função. Sendo parentes em 1º grau, pelo menos um deles não poderia ser nomeado.

A ex-deputada é funcionária efetiva da Casa e não trabalha. É possível que ela tenha se aposentado, mas ela foi nomeada por Valin para um cargo em comissão – pelo qual deveria prestar serviços e dar expediente na Assembleia.

Um dia depois de nomear Rachel, Valin nomeou o filho dela, Andrey, também para um cargo em comissão. Segundo a coluna Fio Direto, ele é funcionário do Tribunal de Contas dos Municípios e não poderia receber pela Assembleia – seu salário no Legislativo, ainda segundo Fio Direto – seria de R$ 9 mil mensais.