Jornal O Popular: defensores de Vanderlan dizem que Iris quer usar a prefeitura como trampolim para 2018

Em 2010, o recém-reeleito prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB) renunciou ao cargo para disputar o governo do Estado contra Marconi Perillo (PSDB). Iris, se triunfar neste segundo turno, fará o mesmo daqui a dois anos. É o que afirmam aliados de Vanderlan Cardoso (PSB) na coluna Giro desta segunda-feira, publicada no jornal O Popular.

“O Iris quer fazer de Goiânia um trampolim. Tanto que seu primeiro ato no segundo turno foi procurar líderes do interior e não da Capital”, disse um integrante do staff de Vanderlan. Em 2010, o vice-prefeito era Paulo Garcia (PT). Se renunciar outra vez, deixará a cidade nas mãos de Major Araújo (PRP).