Herança maldita: próximo prefeito de Goiânia herdará saldo negativo de R$ 389 milhões, diz jornal O Popular

O candidato que vencer a eleição para prefeito de Goiânia receberá uma herança desagradável da administração de Paulo Garcia (PT). O jornal O Popular desta terça-feira volta a dizer que as contas do Paço Municipal estão no vermelho. São R$ 200 milhões em Restos a Pagar e R$ 189 milhões das chamadas Despesas de Exercícios Anteriores (DEAs).

Tanto o coordenador da campanha de Iris Rezende (PMDB), Agenor Mariano, quanto o candidato Vanderlan Cardoso (PSB) dizem que este legado maldito não preocupa e que é possível vender esperança neste cenário de crise. Mas a verdade é que o quadro é preocupante, sim. Os próximos quatro anos serão muito difíceis para o município. O leitor não tenha dúvida disso.