Mais Afonso Lopes: “Em Goiás, a oposição não é capaz de formular estruturalmente uma alternativa ao governo e se limita a bater em questões conjunturais”

Para o veterano comentarista político Afonso Lopes, a oposição em Goiás – que perde eleições desde 1998 para o governador Marconi Perillo – padece de uma doença crônica: a falta de ideias.

“A oposição goiana não é capaz de formular estruturalmente uma alternativa ao governo e bate sempre em questões conjunturais. Essa é a diferença brutal que existe: o governo sempre formula avanço, enquanto seus opositores pregam somente a troca de nomes”, analisa o experimentado jornalista.

Segundo Afonso Lopes, “esse é um dos vários fatores que permitem na navegabilidade eleitoral da base aliada de Marconi por mares nem tanto problemáticos”, diz, prevendo que, para as eleições de 2018, o favoritismo permanece em mãos do grupo atualmente no poder.