Em Cristalina, troca de nome da Guarda para “Polícia Municipal” gera polêmica

A prefeitura de Cristalina, município do Entorno do Distrito Federal, avisa que só uma decisão judicial a fará desistir da troca de nome da Guarda Municipal para “Polícia Municipal”, que está em vigor há algumas semanas.

A mudança de nome foi aprovada por unanimidade pela Câmara de Vereadores e gerou alterações na identidade visual da corporação. O projeto foi aprovado sob a justificativa de dar mais “credibilidade” à Guarda.

A associação de oficiais da Polícia e Bombeiros Militar entrou com ação civil pública na Justiça com o argumento de que a medida afronta a Constituição, uma vez que não existe polícia no âmbito dos municípios no Brasil, e causa confusão na população.