Operador do brinquedo que quebrou no Mutirama era funcionário da limpeza, afirma delegado. Assista ao vídeo

O delegado Izaías Pinheiro, que investiga a pane em um brinquedo do parque Mutirama que deixou 11 feridos no dia 26 de julho deste ano, afirmou nesta quarta-feira ao Jornal Anhanguera 1ª Edição que o operador do Twister, palco da tragédia, era um funcionário da limpeza do parque descolado para função sem passar por treinamento ou curso de capacitação.

“Ele reconheceu que não passou por nenhuma capacitação para operar o brinquedo. Disse que era muito simples: aperta um botão, depois apertar outro, mas… havia vidas em jogo ali”, afirma o delegado. Izaías afirma que o aprofundamento da investigação mostra, cada vez mais, uma situação de “amadorismo total” na gestão do parque. “A gente não sabe dizer se é amadorismo, se é negligência, se é incompetência ou se é tudo isso junto”.

Veja reportagem: