Ministério Público: denúncia de Caiado sobre Celg é especulativa e infundada

O promotor Eliseu Antônio da Silva Belo arquivou a denúncia do senador Ronaldo Caiado (DEM) contra o governador Marconi Perillo (PSDB) em que ele afirma que a privatização da Celg atendeu a “fins eleitoreiros”. O promotor entende que o palavrório do senador é especulativo, infundado e carente de indícios concretos.

São adjetivos que constam no próprio despacho. Nele, Eliseu afirma que toda a argumentação do senador se baseia em matérias jornalísticas especulativas, que não trazem qualquer documentação hábil que poderia comprovar que os recursos recebidos pelo Estado com a venda da estatal estivessem de fato sendo destinados a fins eleitoreiros.

Pelo contrário, Eliseu destaca que o governo de Goiás estabeleceu de forma precisa qual é a destinação do dinheiro oriundo da alienação da Celg, vinculando inclusive a receita a obras e investimentos específicos.

Mais uma derrota do verborrágico Caiado.