PMDB perde 9 prefeitos e acusa base aliada de chantagear gestores para trocar de partido

A base aliada do governador Marconi Perillo recebeu hoje as filiações de 23 prefeitos, sendo que 20 agora pertencem ao PSDB e três ao PP. Desses, nove eram do PMDB, principal partido de oposição.

Em nota, o PMDB acusou o governo de cooptar os prefeitos e chantageá-los.

“Respeitamos a decisão dos prefeitos, mas condenamos a política antirrepublicana deste governo”, diz o deputado Daniel Vilela, que é o presidente do PMDB.

“Apesar das defecções, o PMDB continua sendo o partido que administra a maior parte da população do Estado, por meio de municípios como Goiânia, Aparecida de Goiânia, Catalão, Formosa, Goianésia, Mineiros, entre outros”, diz a nota peemedebista.