Câmara Municipal cria mais uma medalha: desta vez, para puxar saco de Caiado

A Câmara Municipal fez jus à fama de apêndice dispensável da política de Goiânia nesta terça-feira. Em vez de se aprofundarem em assuntos que realmente importam, como a tragédia do Mutirama, vereadores da Capital aprovaram, por 19 votos a quatro, projeto que cria (MAIS UMA) medalha: esta, com o nome do tio do senador Ronaldo Caiado (DEM), pré-candidato a governador.

A medalha Emival Caiado, proposta por vereador que serve de cabo de chicote para o senador, Paulo Daher (DEM), servirá como mais um instrumento de campanha eleitoral no ano que vem. E pior: homenageia um dos personagens que mais apoiaram a ditadura militar em Goiás. Emival foi uma das figuras mais eminentes da política do Estado no século passado, na época em que foi deputado federal e senador.

Emival é filho de Totó Caiado.