Bonde do avião: Caiado e Dona Iris estão na lista de políticos que serão cobrados por “farra das passagens”

O senador Ronaldo Caiado (DEM) e a ex-deputada e hoje primeira-dama de Goiânia, Dona Iris (PMDB), estão na lista de 500 políticos que serão processados pelo Ministério Público Federal pelo gasto indevido ou injustificado da cota de passagens aéreas da Câmara entre 2007 e 2009. A informação é do site Congresso em Foco (clique aqui para ler a reportagem).

Caiado terá de responder por um voo internacional não-justificado e 44 vôos domésticos. As viagens do senador que estão sob investigação do MPF custaram aos cofres publicos R$ 25.522,55. Por sua vez, Dona Iris (PMDB) usou a cota de passagens para fazer cinco (!!!) voos internacionais e 19 domésticos. Gasto total de R$ 17.893,43.

Na relação da procuradoria aparecem oito ministros do presidente Michel Temer, governadores de três unidades da Federação (Distrito Federal, Maranhão e Sergipe), ministros do Tribunal de Contas da União, além de prefeitos. Na época, todos eram deputados.

A relação está sendo atualizada pelos procuradores e vai render ações de ressarcimento e improbidade contra ministros, governadores e parlamentares, entre outros. Quem devolver o dinheiro antes se livra de um processo, segundo a procuradora Sara Moreira Leite.