Confira: Saneago prepara pacote de medidas para acabar com falta de água em Goiânia

A Saneago anuncia, na próxima segunda-feira, um conjunto de ações para resolver o problema do desabastecimento de água na Grande Goiânia. A primeira delas será impedir a liberação de novas permissões para uso de água nos próximos 90 dias.

O governo também avalia a possibilidade de revisar a outorga da Saneago para captação de água, que atualmente é de 2,3 mil litros por segundo. Este número deve ser reduzido até que o nível do Meia Ponte seja reestabelecido. O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, disse ao jornal O Popular que vai pedir uma vazão de pelo menos 2 mil litros/segundo.

Além disso, o governo vai antecipar o início da operação da Estação de Tratamento (ETA) Mauro Borges, que capta água diretamente do João Leite. A promessa é de captação de 500 litros por segundo.