Iris desiste de mandar o queimado Samuel Almeida à CEI da Herança e o substitui por Oseias Pacheco

Por causa da reação dos vereadores à notícia que enviaria o secretário municipal de Governo, o queimado Samuel Almeida, no seu lugar à Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal que investiga suspeitas de irregularidades nas contas da prefeitura, na tarde desta quarta-feira, o prefeito Iris Rezende (PMDB) mudou o representante: escolheu Oséias Pacheco, secretário de Finanças.

Duas razões explicam a rejeição a Samuel: a primeira é a de que o atual secretário de Governo não trabalhou na gestão anterior do prefeito Iris, que durou dois anos e três meses e que é alvo de investigação da CEI. Oseias foi diretor de Contabilidade da Secretaria de Finanças.

A segunda é a de que Samuel fez ataques desrespeitosos aos vereadores, em conversas privadas com sindicalistas e com os vereadores Kleybe Morais (PSDC) e Paulo Magalhães (PSD). Samuel teria dito que os integrantes do Legislativo, todos eles, “têm preço” e são todos “burros”.