Às vésperas de votação importante, Iris escala jornalista para acusar vereadores de fisiologismo

A poucos dias da apreciação do veto do poder Executivo ao projeto de lei que proíbe o aumento de IPTU e ITU a taxas maiores do que a inflação, o prefeito Iris Rezende (PMDB) escalou um jornalista do Diário da Manhã para atacar os vereadores de Goiânia e tachá-los de “fisiológicos”. A reportagem diz que todo vereador que vota contra os interesses da prefeitura é porque não ganhou os cargos comissionados que gostaria.

O jornalista escalado é Marcus Vinícius de Faria Felipe, que foi presidente da Agência Goiana de Comunicação (Agecom) na gestão do ex-governador Alcides Rodrigues. Marcus Vinícius é filiado ao PT, mas colabora com quaisquer políticos que estejam no espectro contrário ao do governador Marconi Perillo (PSDB).

Em desrespeito aos vereadores, a reportagem diz: “A formação de maiorias estáveis tem custo. A principal demanda dos vereadores para uma fidelidade absoluta ao Paço Municipal se traduz na nomeação de diretores nos postos de saúde, na administração direta e, principalmente, nos órgãos que cuidam do planejamento, limpeza urbana e obras de infraestrutura (Seplam, Semdus, Comurg)”. E continua: “Ao não inchar a prefeitura com indicações políticas, o prefeito acelera o saneamento das contas públicas”.