Cai secretário de Finanças de Iris. Motivo seria insatisfação com discurso fantasioso do prefeito sobre contas

A prefeitura de Goiânia anunciou, no começo da noite desta segunda-feira, a exoneração do secretário de Finanças, Oséias Pacheco. O cargo será ocupado pelo coordenador executivo da Unidade de Coordenação do Plano de Ação Goiânia Sustentável (UCPA), Alessandro Melo.

O blog apurou que Oséias estaria insatisfeito com a narrativa que Iris criou sobre as contas do município. O prefeito nega-se a conceder a data-base para os servidores sob a alegação de que não tem dinheiro em caixa, mas o Dieese e servidores da própria pasta dizem que há. O prefeito também teria se recusado a aceitar a recomendação dele para diminuir a quantidade de apaniguados na prefeitura, o que é prejudicial para a economia do município.

Iris também teria exigido que Oséias mexesse em fundos que têm atribuição específica e determinada por lei, como o dinheiro das multas da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e das multas de trânsito, o que no futuro pode representar crime de pedaladas fiscais. O secretário não estaria disposto a correr o risco de se comprometer com a Justiça.