Andrey condena divulgação do voto de vereadores em projetos polêmicos na Câmara

O presidente da Câmara Municipal, Andrey Azeredo (PMDB), protestou na manhã desta terça-feira contra a divulgação, em redes sociais, do posicionamento de vereadores na votação de projetos polêmicos. Na opinião de Andrey, este ato de transparência significa a “tiranização” do poder Legislativo e avisou aos colegas que, cedo ou tarde, todos serão “constrangidos” pelo julgamento no Facebook, Instagram e Twitter. “Isso não é democracia”, afirmou o presidente.

A polêmica começou porque Sargento Novandir (PTN) prometeu divulgar o nome dos colegas que votaram a favor do veto do prefeito Iris Rezende (PMDB) ao projeto, já aprovado na Câmara, que libera policiais militares de pagarem multas de trânsito das viaturas quando estiverem em trabalho.

Por 25 votos, o veto foi derrubado.