Caiado desrespeita a polícia goiana ao dizer que vai chamar o Exército para resolver o problema da segurança pública em Goiás

Em mais um rompante de ignorância e megalomania, o senador Caiado disse no encontro em Cidade Ocidental, no sábado, que, se for eleito governador, vai convocar o Exército para resolver o problema da segurança em Goiás.

A afirmação, de cara, é um desrespeito com os milhares de servidores da Polícia Militar, que na visão obscura de Caiado parecem não dar conta do trabalho.

Depois, o Exército só entra em ação em casos de calamidade pública, como no caso do Rio de Janeiro. Aqui em Goiás, não vivemos esta situação. Claro que a segurança precisa de mais investimentos e de mais efetivo. Ninguém é maluco de negar essas demandas.

No entanto, o discurso de Caiado é fantasioso e alarmista. Prega sempre caos, a desordem – para, assim, ele apresentar a solução mágica. Na área da segurança não existe solução a curto prazo. É necessário muito planejamento.

O assunto é tão delicado que Caiado, claro, não conseguiu apresentar nenhum plano inteligente para a área. Disse apenas essa brava de convocar o Exército e que irá investir em câmeras de segurança, outra proposta pra lá de batida e que aplicada sem integração com outras políticas públicas não tem a menor eficácia.