Teleguiados por Caiado, líderes do PMDB defendem prévias em março (para desalento de Daniel)

Um grupo de deputados e prefeitos do PMDB de Goiás começou a estimular, dentro do partido, a ideia de realização de prévias para decidir que rumo a legenda vai seguir na eleição de 2018. Não por coincidência, esta é a sugestão do senador Ronaldo Caiado (DEM), que sonha com o apoio do PMDB na disputa pelo governo do Estado. A informação é da coluna Giro, assinada pelo jornalista Jarbas Rodrigues.

A ideia de fazer prévias em março causa arrepios ao pré-candidato do partido, o deputado federal Daniel Vilela, que deseja protelar até junho o debate sobre candidatura ao governo. Estes parlamentes e prefeitos que defendem prévias afirmam, no entanto, que seria precipitado realizar o sufrágio antes de consultar pesquisas quantitativas e qualitativas para medir o humor do goiano. Estas triagens serão encomendadas no final de 2017.

Caiado, que hoje lidera todos os levantamentos de intenção de voto, defende que a oposição se una e escolha o seu candidato o mais rápido possível. Daniel, por sua vez, diz que pesquisas quantitativas medem apenas o quanto o político é conhecido, e não o perfil de candidato em quem o eleitor deseja votar. Ele entende que o debate precisa ser feito até a exaustão e até o prazo final para realização de convenções.