Vereador que queria dar nome de Dona Iris a monumento da Praça Cívica diz que mutirão é “prática moderna”

O mais sabujo entre todos os vereadores da Câmara Municipal, Kleybe Morais (PSDC), desperdiçou o precioso tempo que outros colegas poderiam usar para questionar o prefeito Iris Rezende (PMDB) na prestação de contas, na sede do Legislativo, e deu uma aula de puxa-saquismo na sessão desta sexta-feira. Kleybe, para espanto de todos, afirmou que mutirão é “prática de gestão moderna” e que “onde tem mutirão, tem gente feliz”.

Foi o ensejo que Iris esperava para voltar 50 anos em sua história para contar, pela milionésima vez, como teve a ideia de fazer os mutirões.