Carmen Lúcia pede destruição de armas de réus retidas pela Justiça

Na reunião que teve com o governador Marconi Perillo (PSDB) e com o presidente do Tribunal de Justiça, Gilberto Marques Filho, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmen Lúcia, pediu aos juízes que liberem as armas que fazem parte dos processos e que não precisam mais passar por perícia ou servir de prova em julgamentos. Ela quer que sejam enviadas de imediato para o Exército destruí-las.

O medo da ministra é que haja uma ação de grupos organizados que consiga capturar estas armas e colocá-las nas mãos de criminosos.