Jornalismo negativo também derrubou audiência da TV Anhanguera: só notícia ruim e exploração do sofrimento

O renomado site Observatório da Televisão, hospedado no UOL, traz matéria bombástica sobre a TV Anhanguera. Nunca a afiliada da TV Globo, controlada pela família Câmara, viveu fase tão ruim como agora. A audiência dos telejornais é pífia e causou a demissão do diretor de jornalismo Álvaro Borges.

O leitor que acompanha o 24Horas sabe que somos muito críticos em relação à TV Anhanguera, pois é a maior do Estado, a que tem a maior equipe, a que tem mais dinheiro e estrutura e, então, precisa fazer um trabalho decente.

No entanto, nos últimos anos não é o que acontece. Uma das causas dessa queda de audiência é o jornalismo negativo em excesso. A verdade é que ninguém mais aguenta tanta notícia ruim. A TV Anhanguera se especializou em explorar em demasia o sofrimento alheio.

Pessoas humildes que perdem parentes em assassinato, por exemplo, são levadas ao estúdio para ser entrevistadas ao vivo. Estimuladas a falar sobre os entes queridos que morreram e a cobrar justiça, claro que essas pessoas vão chorar ali no estúdio. Tudo perfeitamente pensado pela direção de jornalismo.

O telespectador que está em casa vai se cansando desse método quase que covarde e troca de canal. Prefere ver Oloares Ferreira, na Record, que fala as verdades e tem carisma.