Bomba-relógio: contrato de 316 médicos da saúde de Goiânia expira dia 9

Notícia que preocupa muito: no dia 9 de abril, vence o contrato de 316 médicos da rede municipal de Saúde e a prefeitura de Goiânia ainda não tomou qualquer medida para evitar o colapso generalizado no atendimento.

A informação foi dada por um médico ao Jornal Anhanguera 1ª Edição e confirmada pela produção do programa. Uma bomba-relógio prestes a explodir.

O JA informou também que 22 pediatras deixaram a Saúde da prefeitura nas últimas semanas por conta de questões salariais e estrutura precária de trabalho.

Clique aqui para assistir à reportagem.