Na TBC, vereadora critica Iris por convocar povo para varrer ruas

Em entrevista ao Jornal Brasil Central (JBC), da nova TBC, nesta quarta-feira, a vereadora Sabrina Garcêz (sem partido) pediu ao prefeito Iris Rezende (MDB) que faça uma auto-avaliação sobre a sua capacidade de administrar Goiânia e, se for o caso, deixe o cargo. Sabrina considerou absurda a convocação do prefeito para que a população faça o trabalho da Comurg e varra as ruas, de modo a gerar economia para os cofres do município. 

A vereadora questiona se, depois de pedir para população varrer as ruas, Iris vai também terceirizar para o povo outros serviços da prefeitura. “Vai pedir para o cidadão tampar buracos nas ruas? Vai pedir para o cidadão pintar faixa de pedestre?”.

Na opinião da vereadora, em vez de pedir para população trabalhar de graça, o prefeito deveria apresentar programas e ações. “O que ele apresenta é uma campanha para pedir à população que varra parte da rua”, reclamou. “Precisamos de um prefeito que enfrente os problemas, porque este discurso não cola mais”. 

Sabrina disse que a convocação do prefeito – feita em entrevista à rádio CBN na segunda-feira – “causou estranheza” na Câmara Municipal e incomodou vereadores, porque passou a impressão de que ele não vai chamar responsabilidades para si. “Além de não encarar os problemas, ainda coloca a culpa no antecessor e demite 700 servidores aposentados da Comurg, que terão dificuldade para se reinserir no mercado. Está tudo errado”, diz.