Falta esclarecer por que Odebrecht investiu R$ 400 mil em Caiado em 2014

O jornal Opção desta semana joga luz sobre uma mancha do currículo do senador Ronaldo Caiado (DEM): ele recebeu R$ 400 mil da construtora Odebrecht, estrela da operação Lava Jato, na eleição de 2014 (dados disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral).

Caiado ainda não explicou que interesse a Odebrecht tinha em financiar o projeto político do senador. O amigo leitor do Goiás 24 Horas sabe que neste meio não existe almoço de graça.

Tem mais: a Odebrecht não foi a única enrolada na Lava Jato que injetou recursos na campanha de Caiado. A baiana OAS (com R$ 499.400,00)  e a construtora C. R. Almeida (R$ 400 mil) também contribuíram.