Daniel: “Caiado pede voto para os pobres mas defende os ricos”

No debate da TBC, o candidato a governador Daniel Vilela (MDB) apontou incoerências nos discursos de adversários, não se intimidou com a cara fechada do senador e partiu para cima de Ronaldo Caiado (DEM): “Caiado pede votos para os pobres mas defende os ricos.”

Daniel disse que Caiado quer aumentar impostos e mencionou um dos pontos do plano de governo de Caiado que trata da criação de custo adicional para o cidadão goiano.

O democrata acabara de dizer que não criaria impostos quando foi confrontado por Daniel: “Está textualmente no seu plano de governo a criação de novos impostos na área de mobilidade. Talvez o sr. não tenha lido seu próprio plano de governo, candidato.”

O item ao qual Daniel se refere está na página 83 do plano de governo de Caiado, registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE): “Definir novas fontes de financiamento do setor (de transporte público) por meio de mecanismos alternativos como a constituição de fundos específicos, a tarifação de combustíveis e do uso da via, a cobrança de estacionamentos, dentre outros…”

Daniel disse ainda que a contradição política do discurso com a prática de Caiado “é comum a toda a história política” dele. O candidato emedebista concluiu que essa diferença entre falar e fazer é comum entre Caiado e o PSDB, aliados em Goiás 16 dos últimos 20 anos.

“A convivência do senhor com o governo, a convivência de uma vida, fez com que o sr. também adotasse o hábito de fazer um discurso diferente da prática.”