Faça sua aposta: quanto tempo levará até Kajuru romper com Caiado?

O amigo leitor do blog tem alguma dúvida de que o candidato a senador Jorge Kajuru (PRP) vai romper com Ronaldo Caiado (DEM) cedo ou tarde?

Kajuru é refém de uma língua inquieta e fala sempre mais do que deveria. Exemplos não faltam: xingou pastores evangélicos e chamou Deus de canalha em um vídeo de viralizou nas redes sociais. Depois, correu a dizer que não era bem assim.

Semanas atrás, disse que não subiria em palanque com o “lixo-não reciclável” José Nelto, candidato a deputado estadual. Mas subiu.

Falou o mesmo sobre Paulo Daher (DEM), o vereador de Goiânia que apresentou projeto para mudar o cardápio do Mc Donalds. Subiu também. 

Afirmou que não se aliaria com Caiado em hipótese alguma porque ele recebeu o dinheiro da OAS e da Odebrecht, empreiteiras investigadas pela Lava Jato. Kajuru outra vez teve de dobrar a língua ferina e engolir o próprio veneno.

No começo da semana, esculhambou Deusmar Barbosa (DEM), candidato a deputado estadual apoiado pelo coordenador geral da campanha de Caiado, Adib Elias (MDB). Chamou-o de “ladrão de cesta básica”. Neste caso o pedido de desculpas não veio, mas logo virá.

Kajuru é inimigo da parcimônia e da coerência. Desconhece limites. Por isso, não tardará a romper com Caiado – de quem hoje beija a mão. 

Este blog aposta com quem quiser.